Arthur Wolter

De Memória CVJ
Ir para navegação Ir para pesquisar
Arthur Wolter
Arthur wolter.jpg
Foto: Arquivo CVJ
Partido(s) Arena e PDS
Legislaturas 8ª e 9ª

Em Joinville, Arthur Wolter foi vereador da e 9ª Legislatura pós-Era Vargas.

Vereador

  • 8ª Legislatura (1973-1977):
  • 9ª Legislatura (1977-1982): Fazendo 1.683 votos nas eleições de 1976, Arthur elegeu-se vereador pela Arena,[1] quando ainda vigorava o bipartidarismo. Com o advento do pluripartidarismo, ele manteve-se no PDS, partido herdeiro da Arena.[2]

Eleições Perdidas

  • 1982 - PDS - Suplente - 1.328 votos (1,14% dos votos válidos)[3]
  • 1988 - PL - Suplente - 456 votos (0,31% dos votos válidos)[3]

Informações Biográficas

Arthur Wolter com Pedro Ivo Campos. (Foto: Acervo de Rafael Cristiano Wolter

Arthur nasceu em 7 de abril de 1924 e faleceu em 27 de agosto de 1989, vitimado por um derrame cerebral enquanto lia jornal. Ele está sepultado no Cemitério Municipal de Joinville.[4] Além de vereador, Arthur foi farmacêutico e trabalhou na Farmácia Órion, que ficava na rua Joao Colin. Ele também foi Diretor Social do Caxias Futebol Clube.[5]

Ao saber da morte de Wolter com uma semana de atraso, Luiz Henrique da Silveira publicou em jornal uma comovente homenagem que dizia:

Numa bela canção, o saudoso poeta Vinícius de Moraes diz que seria maravilhoso viver, “se todos fossem iguais a você”.
A vida pública deveria ter milhares de Arthur Wolter. Eu era prefeito de outro partido, mas gostava de recebê-lo em meu gabinete. Vinha sempre com muitos pedidos, mas nunca com nenhum pedido pessoal. Recebia-o pela manhã e à tarde ia com ele e com o administrador regional ver os problemas que me trazia.
Era um homem decente, educado, cavalheiro, sensato, justo. Solidário e prestativo, não tinha hora nem dia. Estava sempre pronto a socorrer ou prestar serviço a alguém. Talvez sem nunca tê-la lido, Arthur Wolter fazia de sua vida a prática da lição de Gabriela Mistral: “Onde haja uma missão a cumprir, e todos se esquivam, aceita-a tu!”
Era um homem simples, modesto, humilde, mas quanta grandeza acrescentava a Joinville com seu trabalho, com sua luta.

A casa modesta da rua Max Colin retrata sua desambição. Sei que sofreu quando o povo lhe negou o terceiro mandato. Mas de seus lábios não saiu nenhuma queixa, nenhuma recriminação. Continuou o mesmo, prestativo, disponível, atencioso. Wolter tinha a noção exata do papel do vereador. Homem da comunidade, estava permanentemente junto a ela.
Soube de sua morte repentina com uma semana de atraso. Mas não quero deixar passar outra semana sem lhe prestar a justa homenagem. O nome de Arthur Wolter precisa figurar numa rua, numa praça, numa escola, num posto de saúde. É um nome que Joinville precisa perpetuar. Pois só assim incentivaremos o surgimento de mais gente como ele.
Franklin de Oliveira diz que uma “comunidade sem memória não tem lugar no futuro”. Perpetuar a memória de Arthur Wolter é assegurar para Joinville um futuro, de gente correta e dedicada. E fazer com que as pessoas se sintam incentivadas a ser iguais a ele.[6]

Família

A avó materna de Arthur Wolter (Jenny Monich) era irmã do avô paterno do vereador Curt Alvino Monich (Richard Monich).[7]

Galeria de Imagens

Quadro 8ªLegislatura

Vereadores da 9ª Legislatura
Aderbal Tavares LopesAdolar SchulzAmandos FinderArcelino Antônio PoffoArthur WolterCelso José PereiraCurt Alvino MonichDorival TrappDurival Lopes PereiraGuilherme ZuegeJaime Silvestre WiseJoão Gaspar RosaJoão Norberto Coelho NetoJosé de BorbaLidio Fidelis CorreaMarco Antônio PeixerNagib ZattarPlácido AlvesRaulino RosskampRolf ScholzRomeu Felipe BaumerValmor MaesWerner Willy Rosskamp




Pesquisador: Patrik Roger Pinheiro - Historiador | Registro Profissional 181/SC

Como Citar
Referência

PINHEIRO, Patrik Roger. Biografia de Arthur Wolter. Memória CVJ, 2024. Disponível em: <https://memoria.camara.joinville.br/index.php?title=Arthur_Wolter>. Acesso em: 22 de abril de 2024.

Citação com autor incluído no texto

PINHEIRO (2024)

Citação com autor não incluído no texto

(PINHEIRO, 2024)

Referências

  1. Relação dos Eleitos em Joinville para a Câmara Municipal. Jornal de Joinville, 19 de novembro de 1976.
  2. TRE-SC. Vereadores em Santa Catarina. Maio de 1981.
  3. 3,0 3,1 Sistema de Histórico de Eleições, do TRE-SC
  4. Antonio Neves. Wolter. A Notícia, 27 de agosto de 1989. Coluna Alça de Mira.
  5. Caxias Futebol Clube. O Estado de Florianópolis, 9 de março de 1958. Visitado em 09/08/2022
  6. Luiz Henrique da Silveira. Joinville Sem Wolter. A Notícia, 09 de setembro de 1989.
  7. Descendentes de Curt Alvino Monich. 150 anos da Família Monich no Brasil, arquivado do original. Visitado em 09/08/2022.